Ataque de hackers ‘sem precedentes’ provoca alerta no mundo imprimir publicado em: 13 / 05 / 2017

Uma onda de ciberataques “sem precedentes” ainda atingia neste sábado, 13, uma centena de países em todo o mundo, afetando o funcionamento de muitas empresas e organizações, entre elas os hospitais britânicos, a gigante espanhola Telefónica ou o construtor francês Renault.

ataque

“O ataque é de um nível sem precedentes e exigirá uma complexa investigação internacional para identificar os culpados”, indicou em um comunicado o serviço europeu de polícia, Europol.

O Serviço Público de Saúde britânico (NHS), quinto empregador do mundo, com 1,7 milhão de trabalhadores, parece ter sido a principal vítima no Reino Unido, e potencialmente a mais inquietante, por colocar seus pacientes em risco.

Mas está longe de ser a única. Dezenas de milhares de computadores de uma centena de países, entre eles Rússia, Espanha, México ou Itália, foram infectados na sexta-feira, 12, por um vírus “ransonware”, explorando uma falha nos sistemas Windows, exposta em documentos vazados da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA).

O gigante americano do correio privado FedEx, o ministério do Interior russo e o construtor de automóveis francês Renault – que suspendeu sua produção em várias fábricas da França “para evitar a propagação do vírus” – indicaram neste sábado à AFP que também foram hackeados.

Também está envolvida a companhia ferroviária pública alemã. Embora os painéis das estações tenham sido hackeados, a Deutsche Bahn certificou que o ataque não teve nenhum impacto no tráfego.

Segundo a empresa de segurança informática Kaspersky, a Rússia foi o país mais atingido pelos ataques. Os meios de comunicação russos afirmam que vários ministérios, assim como o banco Sberbank, também foram atacados.

O centro de monitoramento do Banco Central russo IT “detectou uma distribuição em massa do software daninho do primeiro e segundo tipo”, revela um comunicado do Banco Central citado pelas agências de notícias russas.

AFP


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Biocentro

últimas