Delegados alegam descaso do Governo e fazem protesto no Karnak imprimir publicado em: 06 / 07 / 2017

andrea

Presidente do Sindepol, delegada Andrea Magalhães

Os delegados de Polícia Civil do Piauí participam de um manifesto contra o governo de Wellington Dias (PT), nesta quinta-feira (06), no Palácio de Karnak, às 11h.

Segundo a categoria, o ato ocorre por conta da falta de estrutura para desenvolvimento do trabalho, efetivo deficitário, desrespeito a direitos do servidor, não pagamento das horas extras e de diárias, dentre outros.

A presidente do Sindepol (Sindicato de Delegados da Policia Civil do Piauí), delegada Andrea Magalhães, em vídeo, convoca os policiais civis e a sociedade em geral para participarem do manifesto.

“Convidamos toda a população que sente indignada e não suporta mais os crescentes índices de violência. Já tentamos insistentemente um diálogo com o governador, mas não obtivemos resposta. Os seus secretários não evoluíram nem em proposta e nem em soluções. Todas as tentativas foram esgotadas, a não ser protestar contra a falta de respeito desse Governo não só com a Polícia Civil, mas, principalmente, com seu povo”, afirma a delegada.

Riedel Batista nega descaso com delegados e garante avanços à categoria

O delegado geral de Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista decidiu se manifestou sobre os recentes protestos realizados pelo Sindepol (Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado). Em nota, Riedel Batista afirma que em dois anos e meio de gestão conseguiu obter avanços para a categoria.

Delegado Riedel Batista

Delegado Riedel Batista

Segundo o delegado geral, além da autorização de um novo concurso que deverá ofertar 190 vagas, foi autorizado o pagamento de gratificação (R$ 1.500 a R$ 2.000 mil) para delegados do interior por acumulação de Comarca.

Ainda de acordo com Riedel Batista, o Governo autorizou promoções para 2017, lei salarial para início em 2018 e envio da lei de retorno de policiais civis aposentados com respectiva gratificação.

Leia a nota na íntegra:

A Polícia Civil do Piauí a partir de 2015, em dois anos e meio de gestão, obteve avanços para a categoria que podem ser comemorados. Esta semana conseguimos autorização do Governador Wellington Dias para novo concurso com 190 vagas (20 para delegados, 120 agentes, 40 peritos e 10 escrivães). Além disso, foi autorizado pagamento de gratificação (R$ 1.500 a R$ 2.000 mil) para delegados do interior por acumulação de Comarca; Autorização do Governador para promoções de 2017; Autorização para Lei Salarial para início em 2018; Autorização para envio da Lei de retorno de policiais civis aposentados com respectiva gratificação.

Sabemos que temos muitas demandas a conquistar e o faremos, pois este é o objetivo do Governo do Estado e da Secretaria de Segurança, dentro das possibilidades financeiras. Mesmo em tão pouco tempo e em meio à crise econômica que afeta todo o país e, consequentemente o Piauí, também temos conseguido fazer investimentos importantes em estrutura, equipamentos, logística e tecnologia como:

Boletim de ocorrência registrado em qualquer delegacia; Inauguração este mês de julho da Delegacia de crimes ambientais; Pagamento de Insalubridade para os agentes, escrivães e Peritos; Nomeação de todos os concursados, delegados, agentes e escrivães dos Concursos de 2012 e 2014; Criação da Deam Sul e Feminicídio; Aumento do auxílio refeição de R$ 96,00 para R$ 330,00; Reposição salarial de 6,29%, não obstante a crise pela qual passa o País; Aquisição de 700 armas novas para Policiais Civis; Início de autonomia financeira da Polícia Civil; Criação da Dicap e otimização do cumprimento de mandados de prisão; Processo avançado de aquisição de viaturas policiais novas; Processo avançado de aquisição de munições para PC; Reformas e construção de Delegacias no Interior; Criação do Plantão de atendimento a mulher vítima de violência 24 horas (PLANTÃO DE GENERO); Pagamento de HORA PLANEJADA para Policiais Civis; Inauguração até Setembro da Nova Central de Flagrantes de Parnaíba; Reformas dos Distritos Policiais; Inauguração até Setembro de novos Prédios das Delegacias Especializadas no Centro da Capital e do Departamento de Homicídios no Centro Administrativo; Aperfeiçoamento do policial (Curso de tiro, Cursos de Inteligência, Curso de Crimes Ambientais e outros); Início da virtualização de procedimentos policiais, através do PPE (Sistema de procedimentos policiais eletrônicos) nas Delegacias de Homicídios e DECCORTEC e DEAM SUL; Pagamento regular a policiais civis do Bônus pela apreensão de armas de fogo; Autorização para envio de Projetos de leis para criação dos Departamentos DHPP (HOMICÍDIOS), DEIC (GRECO) e DENARC (DEPRE) além de outros avanços previstos para este ano, sendo que tais investimentos em estrutura, pessoal e qualificação refletem diretamente nas centenas de Ações e Operações Policiais que acontecem todas as semanas refletindo na diminuição da criminalidade e na segurança da população piauiense que hoje conta com uma Polícia Civil forte, preparada e com a confiança da população na solução de crimes em todo o Piauí.

PortalAZ


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Biocentro

últimas