Estudante é preso por cultivar maconha na própria residência imprimir publicado em: 22 / 05 / 2017

Delegado Menandro Pedro

Delegado Menandro Pedro

Um rapaz foi preso por cultivar maconha na própria residência, no bairro São Cristóvão, zona leste de Teresina. No imóvel em questão, havia uma estufa improvisada para controle de temperatura e mais objetos para cuidados com a planta. 

De acordo com o delegado Menandro Pedro, o jovem, identificado por Oto Dias de Castro Neto, 26 anos, estudante do curso de Direito, vendia maconha para filhos de autoridades do estado.

“A gente sabe que ele usou todo esse mecanismo que transforma numa maconha mais forte e consegue produzir até outras drogas. E a investigação continua, ele disse que vendia para filhos de médicos, policiais e juízes. Vamos saber realmente quem consumia e apurar se há outro local que ele possa também cultivar a planta”, destacou.

Segundo delegado Thales Gomes, o suspeito falou em depoimento que usava a erva para fins medicinais.

“Na oitiva ele disse fazer uso por causa do Glaucoma, pois o colírio deixava os olhos inchados, e a planta o ajudava a controlar e ele não gostava de comprar em boca de fumo por não ser seguro. Então, ele fez todo um estudo para cultivar.”, afirmou.

O delegado Thales Gomes acrescentou que a casa do jovem já estava sendo observada depois da polícia receber denúncias sobre o local. “A residência do Oto já havia sendo observada por nós da Depre, por conta de denúncias de que a casa dele era utilizada por vários jovens de classe média a fim de consumir maconha no local. E hoje pela manhã, a gente viu a movimentação, deixaram o portão aberto e a gente resolveu entrar e nós fizemos a apreensão de todo esse material aí”, ressaltou.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Esporte

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas