Governo do Piauí e TJ restringem acesso após ataque hacker global imprimir publicado em: 13 / 05 / 2017

Os órgãos públicos do Piauí tomaram medidas de precaução após o ciberataque que atingiu cerca de 70 países, entre eles o Brasil. O Governo do Estado e o Tribunal de Justiça restringiram alguns acessos em suas páginas na internet. Não há informações de que os sistemas desses órgãos foram atingidos, mas alguns sistemas permanecerão fora do ar até que uma solução confiável seja detectada.

Em nota, o TJ informou que ficarão indisponíveis por tempo indeterminado, enquanto as correções estão sendo aplicadas, os serviços Themis, Correição, Portal do Advogado, Consulta Pública do Themis e SEI.

“Tendo em vista as recentes ameaças de ransomware e considerando ainda que tal evento oferece riscos às maquinas Windows do parque do TJPI, o Secretário de TIC determinou que fossem desabilitadas as interfaces ethernet das Máquinas Virtuais que utilizam a plataforma Windows”, diz a nota.

Também em nota, a Agência de Tecnologia da Informação do Estado informou que adotou como medidas de segurança e prevenção o bloqueio de todo o acesso externo e interno à internet. Tal medida evita que osservidores do datacenter do Estado e os computadores institucionais dos órgãos sejam afetados pelos ataques.

Os serviços serão normalizados assim que o fim dos ataques hackers forem confirmados. “Informamos que mesmo com o bloqueio de acesso à internet, os computadores que estiverem dentro da rede de dados do Estado conseguem acessar os sistemas estaduais sem prejuízos”, esclarece a ATI.

A empresa russa Kaspersky, que produz softwares de segurança cibernética, divulgou nota informando que o ataque indiscriminado ocorreu através de um sistema de propagação que utiliza uma vulnerabilidade detectada nos sistemas operacionais da Microsoft.

A empresa divulgou um comunicado no qual diz que identificou o tipo de software malicioso, programado para se ocultar no sistema sem ser encontrado pelo usuário ou por antivírus, que foi utilizado para efetuar o ciberataque.

portalodia.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

0 comentário Comente agora!

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas