domingo, 15 de setembro de 2019
86 98179 0860
Cidades

22/03/2019 às 08h40

Redação

Teresina / PI

Cratera invade rua em Picos e moradores cobram providências
Problema persiste há treze dias e tanto a Agespisa como a Prefeitura de Picos se esquivam da responsabilidade.
Cratera invade rua em Picos e moradores cobram providências

Uma enorme cratera se abriu na rua Francisco Prota com a Carlos Marcílio, bairro São Sebastião, em Picos, causando transtornos para os moradores. O problema persiste há treze dias e, segundo a comunidade atingida, nesse período tanto a Prefeitura como a Agespisa foram procurados, mas estão se esquivando de assumir a responsabilidade.

Cansados de esperar por uma solução que não aparece, moradores formaram uma comissão e foram até a Câmara Municipal de Picos na tarde desta quinta-feira, 21, cobrar dos vereadores a intervenção junto aos órgãos competentes.

Durante a sessão, alguns vereadores se manifestaram e o presidente da casa, Hugo Vitor (MDB), assegurou que nesta sexta-feira, 22, a Agespisa estará com uma retroescavadeira hidráulica e uma pessoa especializada para resolver o problema o mais breve possível.

Ameaça

O fotógrafo Conrado Costa, que é morador da rua Carlos Marcilio, bem próximo da cratera, disse que o problema surgiu há treze dias. Segundo ele, o calçamento afundou e apareceu um buraco no meio da rua já um pouco grande. Devido às chuvas foi aumentando e hoje já está na beira da calçada da Unidade Escolar Municipal Padre Madeira.

Nesse período a Prefeitura de Picos fez algumas tentativas, mas, segundo os técnicos responsáveis, por falta de equipamento adequado não foi possível resolver o problema.

Segundo Conrado, os técnicos da Prefeitura anunciaram que iriam alugar uma máquina adequada, mas até esta quinta-feira, 21, essa providência não havia sido adotada pelo poder público municipal, causando mais preocupação entre os moradores.

Comissão de moradores

“Nesta quinta-feira fomos até a Câmara Municipal de Picos cobrar providências urgentes, pois ninguém aguenta mais o mau cheiro. Lá a galeria do saneamento estourou e a fedentina é insuportável. Além do mais, as crianças que estudam no Colégio Padre Madeira estão correndo risco de caírem dentro da cratera, pois existe apenas um pequeno espaço na calçada para elas passarem” – advertiu Conrado Costa.

A servidora pública Medianeira, uma das articuladoras do movimento dos moradores, disse que a situação é difícil, pois nenhum órgão assume a responsabilidade de resolver o problema. “A Agespisa diz que a competência é da Prefeitura de Picos, já a Prefeitura diz que a competência é da Agespisa, mas nós sabemos que a competência é dos dois e queremos que seja encontrada uma solução o mais rápido possível” – emendou.

Solução

De acordo com Conrado Costa, na visita que fizeram à Câmara Municipal de Picos os moradores receberam dos vereadores a garantia de que o problema seria resolvido até o próximo sábado, 23. “Eles asseguram que até lá a rua já estará liberada.” – contou.

“Esperamos que sim! Estamos muito preocupados, pois, caso o problema não seja resolvido, a cratera pode aumentar de dimensão e comprometer um prédio que existe em frente, até mesmo o colégio Padre Madeira e outras residências localizadas próximas” – alertou Conrado Costa.

FONTE: Com informações do GP1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium