Quinta, 27 de junho de 2019
86 98179 0860
Esportes

14/04/2019 às 13h56

Redação

Teresina / PI

Mercedes no topo e ordem de equipe na Ferrari: o que marcou o GP 1.000 da F1
Ordem controversa na Ferrari, domínio da Mercedes e briga pela liderança do Mundial de Pilotos marcaram o milésimo GP da F1.
Mercedes no topo e ordem de equipe na Ferrari: o que marcou o GP 1.000 da F1

O GP da China de Fórmula 1 não foi o mais emocionante do ano, mas entrou para a história como o milésimo da categoria. Com a Mercedes absoluta, Lewis Hamilton garantiu vitória tranquila em Xangai, com seu companheiro Valtteri Bottas em segundo, completando a terceira dobradinha da equipe na temporada. Ordem controversa na Ferrari, domínio da Mercedes e briga pela liderança do Mundial de Pilotos marcaram o milésimo GP da F1.

Considerada por muitos como a favorita ao GP chinês, a Ferrari decepcionou e conseguiu colocar apenas um piloto no pódio. Pela primeira vez na temporada, Sebastian Vettel esteve entre os três primeiros colocados, e lamentou não conseguir acompanhar o forte ritmo da Mercedes. A briga pela liderança foi um atrativo, com Lewis Hamilton ultrapassando Valtteri Bottas logo na largada, e contando com boa estratégia da Mercedes para garantir a vitória.

Ferrari dá ordem de ultrapassagem e irrita Leclerc

Em sua primeira temporada pela Ferrari, o jovem Charles Leclerc já mostrou que não irá aceitar ser o piloto número dois da equipe tão facilmente. Neste domingo, Leclerc largou na quarta colocação, logo atrás de Sebastian Vettel, mas não demorou para ultrapassar o alemão e, ainda na primeira curva, já estava em terceiro. Apesar do bom início, Leclerc passou a apresentar ritmo mais lento em relação a Vettel, e recebeu ordem para deixar com que o companheiro o ultrapassasse.

Na volta de número 11, Vettel ultrapassou Leclerc, retomou a terceira posição, e de lá não saiu. No caso de Leclerc, o prejuízo foi maior. O jovem passou a ser pressionado por Max Verstappen, da Red Bull, e não conseguiu segurar a quarta colocação após voltar de uma parada demorada nos boxes. "Eu preciso entender o quadro completo para falar com os engenheiros e entender esta decisão. Tenho certeza de que há uma explicação e quero entendê-la. De qualquer forma, é passado. No geral, hoje não foi um bom dia", afirmou Leclerc, que havia questionado a decisão da equipe durante a corrida.

FONTE: Uol

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium