Sábado, 17 de agosto de 2019
86 98179 0860
Entretenimento

27/04/2019 às 10h38

Redação

Teresina / PI

Filha de gay e lésbica, modelo da Victoria's Secret é ativista LGBT
Com 1,80m, ela representa grandes marcas como Dior, Gucci, Giorgio Armani mas se consolidou como uma das angels da Victoria's Secret desde 2013.
Filha de gay e lésbica, modelo da Victoria's Secret é ativista LGBT
Josephine Skriver

Josephine Skriver tem quase seis milhões de seguidores só no Instagram e é uma das grandes musas da nova geração de modelos. Aos 26 anos, a dinamarquesa é uma das personalidades mais conhecidas do seu país e um fenômeno na passarela. Com 1,80m, ela representa grandes marcas como Dior, Gucci, Giorgio Armani mas se consolidou como uma das angels da Victoria's Secret desde 2013.

Com cada vez mais espaço no mundo da moda, Josephine está mostrando seu lado ativista pelas minorias. Ela revelou que sua mãe, uma analista de TI, é lésbica e sempre quis ser mãe. Então, ela escreveu uma carta para um jornal da Dinarmaca pedindo um doador de esperma gay, encontrou um biólogo marinho e assim a menina nasceu concebida por fertilização in vitro.

"O maior problema para as pessoas sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo é geralmente: 'As crianças vão ficar bem?' Eu queria ser uma voz nisso", diz Josephine, que completa: “Quanto mais eu cresço como modelo e ganho voz, mais pessoas eu posso alcançar e ajudar”.

Bem resolvida e decidida, Josephine cresceu com duas mães lésbicas e dois pais gays. A modelo revelou que na escola sofreu discriminação por ter sido um bebê de fertilização in vitro. Mas a jovem conta que nunca deixou se abater pelos comentários negativos:

"Crescer com dois casais de pais gays me fez extrovertida e de mente aberta. Aos quatro anos, fui eu quem arrastou minha família para a parada gay porque eu queria gritar alto e orgulhosa".

A modelo se tornou ativista sobre "igualdade familiar" e representante das famílias com casais do mesmo sexo. Josephine se uniu a uma rede sem fins lucrativos que conecta crianças de pais do mesmo sexo e fala sobre o tema nas escolas:

"Eu sempre quis falar sobre isso, sempre quis me levantar. Eu sempre fui tão orgulhosa dos meus pais".

Josephine acredita que "todos devem ser livres para amar quem eles querem amar", e ela espera falar sobre sua família para mostrar que gays podem criar seus filhos. No final do ano passado, Josephine ficou noiva do músico Alexander DeLeon, conhecido como Bohnes. O pedido de casamento foi feito sob Aurora Boreal da Finlândia.

Josephine já foi capa da revista Vogue brasileira e contou de sua paixão por Anitta. A modelo defende que a carioca seja uma das atrações durante o Victoria's Secret Fashion Show.

"Estava esperando encontrar a Anitta aleatoriamente, mas ela nem está em São Paulo. Eu nunca fui boa em dançar, mas por algum motivo quando ela canta, os meus quadris mexem um pouco mais. Adoraria que tivesse um tema brasileiro na passarela espeicialmente com muitas angels que falam português, e temos algumas brasileiras tambem. Quando elas te ensinam a sair e dança, elas dão uma outra vida as coisas. Você percebe aqui. Acho que quando você diz que é de outro lugar, eles só querem te proporcionar momentos divertidos", disse a modelo para a Vogue Brasil quando participou de um evento de uma marca brasileira em outubro do ano passado.


FONTE: Extra

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium