domingo, 15 de setembro de 2019
86 98179 0860
Saúde

22/05/2019 às 08h15

Redação

Teresina / PI

Adrenalina: o hormônio que faz o sangue correr e o coração acelerar
As alterações que sofremos em razão das emoções são uma resposta orgânica a um estímulo que viemos a sofrer, sua intensidade é inversamente proporcional ao nível de controle que exercemos sobre a situação e nossa ação é moldada ao grau de potência do estresse causado.
Adrenalina: o hormônio que faz o sangue correr e o coração acelerar
Fotos: Pxhere

As emoções nos afetam não só em tomadas de decisão, mas também em influência direta dos nossos ritmos cardíacos, postura, instintos, entre outros. As alterações que sofremos em razão das emoções são uma resposta orgânica a um estímulo que viemos a sofrer, sua intensidade é inversamente proporcional ao nível de controle que exercemos sobre a situação e nossa ação é moldada ao grau de potência do estresse causado. No entanto, nem tudo que parece desesperador de fato o é.

Esse hormônio que muitas vezes pode ser associado ao estresse, é essencial para o corpo humano. É ele que ajuda a ativar todos os nossos recursos físicos para darmos o melhor de nós mesmos e alcançarmos os nossos objetivos. Outro benefício da adrenalina é que ela pode nos afastar da depressão à medida que nos faz sentir mais vivos.

Para terem essa sensação de prazer, algumas pessoas buscam se colocar em situações que desencadeiam a liberação do hormônio da adrenalina, que tem efeito imediato no corpo elevando a frequência cardíaca, dentre outros sintomas.

Os esportes radicais, por exemplo, são praticados por pessoas que, geralmente, sentem prazer em vivenciar perigos reais de forma consciente em relação ao que os espera. Também é possível vivenciar a liberação da adrenalina de forma inusitada, como em montanhas-russas e parques de diversão. Por meio de uma entrevista com o físico Márcio Miranda, o portal Globo Ciência explica o sucesso das montanhas-russas em razão da aceleração e desaceleração da velocidade: quando estamos dentro de um veículo estável, nossa percepção de velocidade não é relevante; contudo, ao estarmos a bordo de um veículo de aceleração instável e curvas acentuadas, gerando a atuação de forças físicas (como a força centrípeta), podemos esperar que a nossa percepção de estado de perigo libere cargas hormonais de adrenalina no nosso organismo.




Mas nem só de situações reais de perigo se vive um entusiasta da adrenalina. Hoje em dia temos tecnologia suficiente para simular situações desta natureza por meio da realidade virtual, como acontece com os gamers que entregam completamente seu coração em plataformas que oferecem jogos virtuais de diversos gêneros, como os jogos de esportes, role playing games, jogos de tiro e até mesmo sentir as emoções dos jogos de um cassino online.

Como já foi comprovado por inúmeros estudos, um dos grandes benefícios da adrenalina é fortalecer a imunidade do corpo humano. As atividades físicas rotineiras ajudam a recobrar a estabilidade de funções pulmonares e cardíacas, fortalecendo o sistema imunológico e afastando o cansaço e o estresse. Como hormônio que nos ajuda a enfrentar desafios, a adrenalina também estimula diversas partes do nosso corpo, deixando o raciocínio mais rápido, melhorando a visão e a atenção, e nos fornecendo mais energia.

Porém, todo exagero é prejudicial à saúde. Assim, mesmo que lhe apeteça a ideia de apimentar a vida com um pouco de adrenalina, é preciso ter muita cautela e estar em dia com a saúde física e mental para evitar tragédias. É sempre válido destacar a importância de se manter hábitos saudáveis, prestando atenção às disposições orgânicas e consumos conscientes.


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium