domingo, 15 de setembro de 2019
86 98179 0860
Geral

03/07/2019 às 14h16

Redação

Teresina / PI

Famílias passam mal na porta da Major César em busca de informações
Algumas precisaram ser amparadas e foram reanimadas com álcool.
 Famílias passam mal na porta da Major César em busca de informações

Mães e demais familiares de presos da Colônia Agrícola Major César passaram mal na porta da unidade prisional, nesta quarta-feira (4).  Algumas precisaram ser amparadas e foram reanimadas com álcool.

Nessa terça-feira (2) uma rebelião  resultou em destruição na estrutura da unidade, com pessoas feridas, um veículo queimado e fugas de vários presos.

As famílias querem saber qual o estado de saúde dos detentos que foram feridos durante a rebelião que aconteceu na tarde de ontem.

Alguns dos presos que fugiram da Major César foram para residência de familiares. Uma mãe, que prefere não se identificar, contou ao Cidadeverde.com que o filho chegou muito nervoso em sua residência na madrugada de ontem. Ele disse para a mãe que houve rebelião na unidade prisional e ,com medo de morrer, fugiu.

"Mesmo sabendo que ele estava na ala familiar a gente que, é mãe, sofre e se desesperada porque a gente sabe como é aí dentro", disse a mãe chorando.

O preso relatou à mãe que conseguiu uma carona na estrada para poder chegar em casa. O detento, que tem 34 anos, estava na unidade prisional há um mês na unidade por um homicídio praticado em 2004.

Desesperadas, cerca de 30 mulheres, algumas com crianças de colo, foram para a entrada da Major César.  Elas temem que eles sofram punições por conta da rebelião. As familiares reclamam da ausência de uma lista com o nome dos presos feridos.

Psicólogos conversaram com as mães e informaram que cinco presos foram feridos, mas que nenhum está em estado grave. A maioria, segundo a equipe de psicologia, está com pequenas escoriações de bala de borracha e já foram medicados.

Sejus rebate número de foragidos

O diretor de Assistência Militar da Secretaria Estadual de Justiça, coronel Luís Pitombeira, rebateu a informação do Sindicato dos Agentes Penitenciários de que 200 presos haviam fugido da Colônia Agrícola Major Cesar em rebelião na tarde dessa terça-feira (2). 

Segundo grupo de agente penitenciário que faz guarita na entrada da Major César somente na manhã de hoje 15 internos retornaram voluntariamente à unidade prisional.

FONTE: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium