Terça, 12 de novembro de 2019
Esportes

09/07/2019 às 11h02

Redação

Teresina / PI

Grêmio prevê 'maior negócio de todos os tempos' com Everton
Não há proposta, mas presidente Romildo Bolzan Júnior já fala em "maior negociação de todos os tempos"
Grêmio prevê 'maior negócio de todos os tempos' com Everton

O torcedor do Grêmio precisa preparar o coração. Fica cada vez mais claro que Everton irá deixar o clube gaúcho nesta janela de transferências. Os jogos na Arena contra Bahia, na quarta-feira, pela Copa do Brasil, e Vasco, no sábado, pelo Brasileirão, podem se tornar a despedida do Cebolinha em um estalar de dedos a partir do sucesso com a camisa da Seleção na Copa América.

Para Tite, é Everton, Neymar e mais nove nas próximas convocações. O capitão Maicon e o presidente Romildo Bolzan Júnior falam abertamente em uma possível saída.

- Meu desejo é que (Everton) fique. Mas eu nunca vivi um momento como esse. Porque a torcida do Grêmio já está acostumada com a ideia de vendê-lo. Sabe qual é o grande debate desse negócio? Quanto o Grêmio vai ganhar... Eu vou botar o dedo na moleira do comprador e vou fazer o maior negócio do Grêmio de todos os tempos – disse Bolzan em um evento na noite desta segunda-feira.

Existe proposta por Everton?

Não há nenhuma oferta pelo atacante do Grêmio. Nada chegou ao clube gaúcho até a noite desta segunda-feira, data em que o jogador desembarcou em Porto Alegre depois do título da Copa América. O próprio, no entanto, admitiu a possibilidade de sair ainda no Rio de Janeiro, após a vitória sobre o Peru.

Quanto o Grêmio tem dos direitos econômicos de Everton?

Apenas 50% dos direitos do atacante pertencem ao Grêmio. "Apenas" porque o clube tenta, sempre, ter pelo menos 70% dos direitos dos jogadores formados na base. O empresário Gilmar Veloz tem 30%, o investidor Celso Rigo detém 10% e o Fortaleza tem outros 10%.

Até quando vai o contrato de Everton com o Grêmio?

Em agosto do ano passado, o atacante assinou a renovação de contrato com o Grêmio até dezembro de 2022.

Quanto é a multa rescisória?

Em contrato, o valor estipulado é de 80 milhões de euros (R$ 341 milhões na cotação atual). O clube que quiser pagar só precisa da anuência do atleta para a transação, como foi no caso da ida de Neymar ao PSG.

Por quanto o Grêmio negocia o atacante?

O presidente Romildo Bolzan deixou claro: quer transformar Everton na maior venda da história gremista. Este posto, atualmente, está com a negociação de Arthur ao Barcelona. Foram 31 milhões de euros, mais a possibilidade de ganhar 9 milhões de euros com o cumprimento de metas.

Em uma entrevista coletiva no início deste ano, o diretor de futebol Deco Nascimento afirmou que o clube passaria a conversar a partir de ofertas na casa dos 40 milhões de euros pela fatia gremista.

O Grêmio quer vender Everton?

Não. Mas também se tem um entendimento que é praticamente impossível segurá-lo. E isso já chegou ao vestiário, como disse o capitão Maicon. Sucesso pelo Brasil e projeção nacional, artilheiro de uma competição de seleções, nível alto pelo Grêmio há pelo menos dois anos… Tudo isso junto em uma mesma panela de 23 anos recém-completos. O atacante sequer fechou a porta para a saída.

Até quando podem contratar o atacante?

As janelas nas principais ligas europeias acabaram de abrir. A mais curta é a da Premier League, que fecha no dia 8 de agosto. Alemanha, França, Itália e Espanha prosseguem até 2 de setembro.

Existem interessados?

O Manchester City acompanha há mais tempo o jogador. Desde os 17 anos, observa e mantém contato com o Grêmio. Emissários estiveram na Arena em vários jogos da Libertadores e já entendem que o Cebolinha não tem mais desafios a cumprir no futebol sul-americano.

Milan, PSG e Bayern de Munique também já foram citados na imprensa internacional como possíveis destinos do atacante na Europa.

Se for vendido agora, ele pode ficar no Grêmio até o fim do ano?

Vai depender do negócio firmado entre as partes. No início de 2018, o Grêmio começou a conversar com o Barcelona para vender Arthur com a intenção de manter o volante até o fim da temporada. O que, em um primeiro momento, foi aceito pelo clube catalão. Porém, o Barça depositou todo o valor requisitado pelo Tricolor e exigiu a transferência imediata do jogador, o que ocorreu no mês de julho.


FONTE: Globo Esporte

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium