Sábado, 17 de agosto de 2019
86 98179 0860
Polícia

25/07/2019 às 10h04

Redação

Teresina / PI

Polícia envia à Justiça caso de adolescente amordaçado e morto
"Eu nunca tinha visto isso. Ele ria, estava normal como se nada tivesse acontecido. Uma das servidoras passou mal ouvindo seus relatos".
 Polícia envia à Justiça caso de adolescente amordaçado e morto

A Delegacia de Segurança e Proteção ao Menor enviou à Justiça o inquérito policial sobre a morte do adolescente amarrado e esfaqueado no Teresina Sul, nesta quarta (24), após receber o material do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investigou o caso.

A delegada Betânia Prazeres informou que o caso foi concluído e agora está à disposição da Justiça. Segundo a delegada, o documento foi encaminhado para a juíza Elfrida Costa Belleza Silva, titular da 2ª Vara da Infância e Juventude de Teresina.

O adolescente foi indiciado por ato infracional análogo ao crime de homicídio praticado contra o estudante Ítalo Rodrigues, de 16 anos. Em depoimento à equipe da DSPM, o indiciado demonstrou frieza ao contar os detalhes do assassinado do amigo, na casa da vítima, encontrada morta no dia 16 de julho deste ano.

De acordo o delegado Danúbio Dias, do DHHP, que investigou o caso, não havia indícios de luta corporal da vítima, que teria sido amarrado por consentimento por meio de uma brincadeira  e,  posteriormente, sofrido os golpes de faca.

O corpo da vítima estava no chão com pés e mãos amarrados e com um corte profundo na garganta. Esse caso chamou a atenção dos moradores pela frieza e crueldade.

O depoimento do indiciado na DSPM, no dia 17 de julho, chegou a chocar a equipe, que precisou interromper o interrogatório.

"Eu nunca tinha visto isso. Ele ria, estava normal como se nada tivesse acontecido. Uma das servidoras passou mal ouvindo seus relatos".

No interrogatório, ele disse que já teve vontade de assassinar a irmã, que iria fazer outras vítimas e tinha pedido aos pais para fazer tratamento, pois tinha compulsão por matar, o que ele achava que não era normal.

O indicado está apreendido desde o dia 17 de julho.

FONTE: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium