Diário da APPM vai gerar economia de R$ 10 milhões aos municípios imprimir publicado em: 07 / 07 / 2017

Prefeito disse sofrer campanha difamatória

Prefeito disse sofrer campanha difamatória

O prefeito de São João do Piauí e presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Gil Carlos (PT), disse que o novo modelo de Diário Oficial dos Municípios proposto pela entidade trará grande economia para as prefeituras. Segundo ele, os municípios vão economizar, juntos, R$ 10 milhões por ano, dinheiro que poderá ser investido em outras áreas de interesse da população.

“Nós estamos aqui para defender o bem público e aplicar de forma mais correta a lei. E também para economizar recursos que estão sendo pagos a essa empresa [grupo privado que edita o atual diário], que podem ser poupados e aplicados em outras áreas prioritárias. Nós estamos falando da ordem de R$ 10 milhões ao ano para os municípios”, disse o prefeito.

Gil Carlos destacou que 86% dos municípios do Piauí têm população abaixo de 15 mil habitantes e possuem grandes dificuldades financeiras. Por conta disso, Gil alega que os prefeitos reclamam do valor pago para a empresa privada responsável pelo atual Diário Oficial dos Municípios. A APPM propõe uma plataforma exclusivamente digital, que, segundo o prefeito, terá menos custos e mais praticidade.

“Eu só vejo essa possibilidade como positiva sobre todos os ângulos, seja para aplicar de maneira segura as leis, seja para dar publicidade para que a sociedade também tenha o controle externo e social mais efetivo. Bem como para poupar recursos para a sociedade, aplicando esse dinheiro de maneira mais otimizada. Atualmente, cada município gasta, em média, R$ 4.300 por mês com esta empresa. Nós podemos oferecer esse serviço com custo bem menor e com mais eficácia”, justificou.

RESISTÊNCIA
O prefeito tem enfrentado resistência sobre a ideia de criar um novo Diário Oficial, sobretudo por parte do grupo privado que publica o atual diário. Se virar realidade, a plataforma defendida por Gil Carlos será gerida pela APPM. Na quarta-feira (5), os prefeitos piauienses aprovaram em Assembleia a criação do Diário Oficial. O TCE-PI também analisa a proposta.

“Eu respeito o direito da empresa de tentar manter sua clientela. Lamento a forma como está sendo feita, com exposição negativa e campanha difamatória. Achamos desnecessário. Mas estamos convictos de que estamos obedientes aos princípios legais e em salvaguardar o interesse da sociedade, como também de atender os requisitos da fiscalização do TCE”, disse.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Biocentro

últimas