Polícia prende grupo da Paraíba que fraudava concursos no PI imprimir publicado em: 09 / 07 / 2017

A Operação Gabarito, deflagrada pela Polícia Civil da Paraíba, revelou que uma organização criminosa é suspeita de fraudar pelo menos 93 concursos públicos em todo o Brasil. Na lista divulgada neste sábado (08), o Piauí aparece quatro vezes. A suspeita é de que o grupo tenha atuado na realização dos concursos do Corpo de Bombeiros do Piauí, Governo do Estado do Piauí, Polícia Civil do Piauí e Auditor Fiscal do Piauí.

presos

Os três primeiros não foram revelados o ano da aplicação do certame; já o de autor fiscal ocorreu em 2016.  Dos 93 concursos já identificados, apenas 81 foram divulgados e os demais estão sob sigilo de investigação.

O delegado de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa, Lucas Sá, informou que até o momento, foram presas 31 pessoas.  Destas, 23 estão com a prisão mantida, três em prisão domiciliar e três respondem ao processo em liberdade.

O delegado ressaltou que as informações sobre a Operação Gabarito envolvendo o Piauí já foram repassadas para o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco). 

“A organização criminosa atua daqui da Paraíba e, desde o começo, nós já sabíamos que alguns dos suspeitos investigados tinham atuação no Piauí. Foi feito contato com o Greco, trocamos algumas informações, e muitas coisas ainda estão em tramitação no Greco Piauí, mas não podemos dar detalhes até agora porque pode prejudicar as investigações no Piauí. O que podemos fizer é que já foram presas 31 pessoas, algumas pessoas ainda estão em liberdade, então o objetivo da 4ª fase é exatamente esse: prender essas pessoas que ainda estão em liberdade porque temos concursos em andamento que podem ser fraudados”, comentou o delegado.

As investigações começaram em março de 2017, após a polícia receber denúncias anônimas, mas a Operação Gabarito só teve início no dia 07 de maio deste ano, quando as primeiras 19 pessoas com envolvimento nas fraudes foram presas durante a realização do concurso público do Ministério Público do Rio Grande do Norte.  A lista integra a 4ª Fase da Operação Gabarito.

Luciano Sá destacou que durante a 1ª Fase foram apreendidos muitos equipamentos eletrônicos e  diversos documentos, incluindo anotações com os possíveis valores da comercialização do gabarito dos certames. Mais de 100 pessoas estão sendo investigadas: de integrantes do grupo a candidatos.

A polícia estima que em 12 anos, o grupo desarticulado tenha movimentado pelo menos R$ 60 milhões com a aplicação de fraudes em concursos públicos.  O esquema vendia uma espécie de “kit completo de aprovação”  que chegava a valer 10 vezes o valor do salário pretendido para o cargo público.

“Isso demonstrou que o número que a gente tinha de concursos com suspeita de fraude era bem maior que o esperado. Nós achávamos que era uns 24, mas já chegamos a mais de 90 concursos. Eles não atuavam somente na Paraíba, mas em todo o Brasil, como demonstra a lista divulgada. Tão logo as demais pessoas sejam presas daremos inicio a 5ª Fase da Operação, que tem como objetivo investigar a lavagem de dinheiro nos concursos da Paraíba”, disse Lucas Sá.

O delegado acrescentou que os demais concursos que integram a lista e não são da Paraíba serão investigados pela respectiva Polícia Civil de cada Estado e pela Polícia Federal, a depender do certame.

Confira lista dos concursos investigados na Operação Gabarito:
1. 2005 – CBTU João Pessoa
2. 2006 – Câmara Municipal de João Pessoa – Funiversa
3. 2008 – Polícia Militar da Paraíba – Comvest/UEPB
4. 2008 – Fundac-PB – Cespe
5. 2009 – Polícia Civil do RN – Cespe
6. 2010 – Guarda Municipal de Cabedelo – IBFC
7. 2010 – Detran-RN – Fundação Getúlio Vargas/FGV
8. 2011 – Concurso da Coperve – IFPB
9. 2012 – Guarda Municipal de Bayeux – Contemax Consultoria Ltda
10. 2012 – Guarda Municipal de João Pessoa – IBFC
11. 2012 – Prefeitura de Santa Rita – Asperhs
12. 2012 – Concurso da UFAL – Fundepes
13. 2012 – IFAL
14. 2013 – CFO Bombeiros Paraíba – CPCon/UEPB
15. 2013 – Concurso do IFPB – IFPB
16. 2013 – TRT 19ª Região (Alagoas)
17. 2013 – Departamento Penitenciário Nacional (Depen) – Cespe
18. 2013 – ALPB – Assistente Administrativo – Fundação Carlos Chagas/FCC
19. 2013 – Detran-PB – Funcab
20. 2013 – Delegado da Polícia Federal
21. 2014 – CFO PM Paraíba – Funape
22. 2014 – Agente da Polícia Federal – Cespe
23. 2014 – Polícia Civil do Distrito Federal
24. 2014 – CFO Bombeiros Paraíba – IBFC
25. 2014 – UEPB – CPCon/UEPB
26. 2014 – TRT 13ª Região – Fundação Carlos Chagas/FCC
27. 2014 – Concurso da Conab 1
28. 2014 – Guarda Municipal de Recife
29. 2014 – Polícia Rodoviária Federal – Cespe
30. 2014 – Câmara Municipal de Cabo de Santo Agostinho/PE
31. 2014 – Agência Estadual de Regulação de Pernambuco (ARPE)
32. 2015 – Ministério Público da Paraíba – Fundação Carlos Chagas/FCC
33. 2015 – Concurso do IFPB – IFPB
34. 2015 – UFPB – Coperve
35. 2015 – TRE-SE – Fundação Carlos Chagas/FCC
36. 2015 – Guarda Municipal de Vitória de Santo Antão/PE
37. 2015 – Fundação de Amparo a Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe)
38. 2015 – Prefeitura de Ipojuca/PE
39. 2016 – Prefeitura de João Pessoa – Agente de Fiscalização – Quadrix
40. 2016 – Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE
41. 2016 – UFPE – Covest
42. 2016 – TRE-PB – Fundação Carlos Chagas/FCC
43. 2016 – Concurso Contemax – Contemax
44. 2016 – IBGE – Fundação Getúlio Vargas/FGV
45. 2016 – Ebserh – Hospitais Universitários – Instituto AOCP
46. 2016 – Prefeitura Municipal do Conde – Advise
47. 2016 – Prefeitura de Alhandra – Fiscal Tributário – Educa-PB
48. 2016 – Polícia Militar de Pernambuco
49. 2016 – Dataprev
50. 2016 – Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
51. 2016 – Guarda Municipal do Conde
52. 2016 – Departamento Penitenciário Nacional (Depen)
53. 2016 – HUAC
54. 2016 – Anvisa
55. 2016 – Enem 2016 – INEP
56. 2016 – TRE-SP
57. 2016 – CRM-PB
58. 2016 – UNB – Professores
59. 2016 – Auditor Fiscal do Piauí
60. 2017 – Ebserh – HUAC – Instituto AOCP
61. 2017 – Técnico Administrativo da UEPB – CPCon/UEPB
62. 2017 – Ministério Público do Rio Grande do Norte – Comperve
63. 2017 – Anvisa
64. 2017 – IFAL
65. 2017 – IFBA
66. 2017 – Bombeiro Militar do Rio Grande do Norte
67. 2017 – TRE-PE
68. 2017 – TRE-SP – Fundação Carlos Chagas/FCC
69. 2017 – Polícia Civil de Pernambuco
70. 2017 – TRE- PE
71. 2017 – UFBA
72. 2017 – TRE 11ª Região (Amazonas) – Fundação Carlos Chagas/FCC
73. 2017 – Prefeitura de Maceió (Alagoas) – Copeve
74. 2017 – Concurso do TRF 2ª Região – Consulplan
75. 2017 – TRF Rio de Janeiro
76. (ano não identificado) Polícia Civil do Piauí
77. (ano não identificado) Polícia Civil de Sergipe
78. (ano não identificado) Governo do Estado do Piauí
79. (ano não identificado) Agente Penitenciário do Ceará
80. (ano não identificado) Bombeiro Militar do Piauí
81. (ano não identificado) TRE – Roraima

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Esporte

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas