Segurança de shopping é preso suspeito de vender prova da PM-PI imprimir publicado em: 07 / 07 / 2017

delegado Kleydson Ferreira

Delegado Kleydson Ferreira

A  primeira pessoa- que teria recebido questões da prova do concurso da Polícia Militar do Piauí que foi anulado após vazamento- foi presa em cumprimento a ordem judicial. Na manhã desta sexta-feira (07), o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) deu cumprimento também a um mandado de condução coercitiva e cinco de Busca e Apreensão.

O investigado teria tido acesso a prova de Português aplicada no mês de maio. O vazamento causou a anulação da primeira etapa do certame que será reaplicada neste domingo (09). Mais de 32 mil candidatos se inscreveram no certame.

“Nós temos provas da participação dessa pessoa como a primeira que teve acesso a prova de Português que foi anulada. Felizmente hoje conseguimos dar cumprimento ao mandado de prisão contra essa pessoa e a condução coercitiva de outra pessoa que será ouvida, além  de cinco mandados de busca e apreesão. A gente está atento em relação a fraudes em concursos no Piauí e essa é uma prova de que o Greco está trabalhando muito para combater a ação de pessoas que tentam fraudar concursos”, disse Riedel Batista, delegado geral da Polícia Civlil do Piauí.

A ação do Greco acontece a dois dias da reaplicação das provas. Riedel Batista destaca que a segurança será reforçada para evitar a ação de fraudadores. Somente da PM, serão mil homens espalhados nos locais de aplicações de provas e imediações. Policiais civis da Inteligência também estarão em campo.

“As polícias Militar e Civil do Piauí já estão com equipes em campo para apurar todas as denúncias.  A partir de hoje, vamos ficar 24 horas de plantão, recebendo denúncias e checando se há algum fundo tipo de veracidade ou é informação falsa como foi esse último gabarito divulgado da prova de domingo e que não é verdadeiro”, disse Batista.

O Preso

O delegado Kleydson Ferreira, responsável pelo inquérito que investiga a fraude no certame, revelou que o preso é segurança de um shopping da Capital que teria recebido e comercializado a prova.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Biocentro

últimas