Trabalhadores cruzam os braços em Teresina em protesto contra reformas imprimir publicado em: 28 / 04 / 2017

Diversas categorias de trabalhadores em Teresina cruzaram os braços nesta sexta-feira (28) em adesão à greve geral que ocorre no país em protesto contra as reformas trabalhista, previdenciária e lei da terceirização do governo federal. No Centro da capital, algumas lojas chegaram a abrir, mas foram fechadas pelos manifestantes e os funcionários impedidos de entrar nos estabelecimentos. Por enquanto, a organização estima que 3 mil pessoas participam do ato. A Polícia Militar acompanhou o movimento, que começou às 8h e encerrou por volta as 13h30.

passeata

“Convidando os lojistas e comerciários para participar deste ato. Infelizmente retiraram nossos direitos, não vamos poder discutir o aumento de salário ou de reivindicar na justiça nossos direitos, porque eles não existem mais”, falou Udelci Coelho, presidente do Contracs (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio e Serviços).

onibus

Os ônibus do transporte público da capital circularam até as 9h. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores de Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro), a orientação era para que motoristas e cobradores voltassem para as garagens. Os veículos que circularam foram parados e uma enorme fila se formou na Praça da Bandeira, no Centro. No entanto, parte da frota ainda circulou.

“Sai de casa para uma consulta no Hospital Lineu Araújo e quando cheguei lá não tinha médico. Tive que pegar ônibus e voltar para casa, mas o ônibus foi parado e não sei como vou voltar para casa”, relatou a dona de casa Vera Lúcia.

caixa

As agências bancárias também não abriram e somente o atendimento em caixas eletrônicos estarão disponíveis aos clientes durante esta sexta. Diversos sindicatos e movimentos sociais se concentraram na Praça Rio Branco e saíram em caminhada pelas ruas do Centro. Uma das faixas da Avenida Frei Serafim ficou bloqueada durante a passeata dos manifestantes.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas